O que você procura?

.

ANÚNCIOS:

A história curiosa do sutiã



Da Roma antiga ao incrível sutiã invisível

SÉCULO III - PRIMEIROS REGISTROS
Mulheres romanas faziam atividades atléticas usando uma faixa de tecido chamada strophium. Mas modelos parecidos já eram usados séculos antes na Grécia para amarrar os seios e facilitar o movimento dos braços das mulheres.

1893 - TEMPOS MODERNOS
Mary Tucek faz o primeiro desenho de sutiã com modelagem semelhante à atual, com bojos separados, alças para os ombros, e preso na parte de trás por colchetes. A criação, apesar de prática, não emplacou por falta de maior divulgação.

1907 - O TERMO BRASSIÈRE
A palavra brassière - de onde vem o termo bra, como o sutiã é conhecido em inglês - aparece pela primeira vez na revista Vogue. "Na França, porém, brassière é o nome de uma camiseta curta, como os tops modernos", diz o coordenador de moda do Senac, José Gayegos.

1912 - A VEZ DO ELÁSTICO
A comerciante francesa Herminie Cadolle, que daria o nome a uma marca de lingerie, desenvolve uma nova peça para sustentar os seios. O modelo também não conquista o público, mas traz uma contribuição fundamental para o futuro do sutiã: o uso do elástico.

1914 - SAI A PATENTE
Para usar um vestido decotado, a socialite americana Mary Phelps Jacob amarra com faixas dois lenços de seda para segurar os seios. A idéia pega em Nova York e, no ano seguinte, Jacob obtém a primeira patente do gênero, consagrando o nome brassière.

1928 - 38, 42, 46...
Nos Estados Unidos, a imigrante russa Ida Rosenthal cria a numeração para o tamanho do busto, que determina o bojo do sutiã. Ela também desenvolve modelos realçando os seios, num protesto contra as melindrosas dos anos 20 e seus bustos pequenos.

1951 - SUTIÃ DE NÁiLON
Material sintético inventado pouco antes da Segunda Guerra Mundial, o náilon, originalmente usado para fazer pára-quedas, vira matéria-prima fundamental na produção de lingerie. Nos anos seguintes, as palavras sutiã e náilon se tornam quase inseparáveis.

1978 - VERSÃO ADESIVA
Os anos 80 no Brasil chegariam com a moda do modelador de seios, um par de adesivos para sustentar o busto.

1990 - MAIS VOLUME
O wonder bra, ou "sutiã maravilha", projetado para dar destaque máximo aos seios, tornando-os mais firmes e de aparência bem mais volumosa, é a grande sensação da moda íntima feminina durante a década de 90.

2001 - MODELO INVISÍVEL
A grife francesa Yves Saint-Laurent lança o sutiã em spray! O Haute Tenue é um líquido à base de proteína de soja, que promete reforçar as fibras elásticas da pele, dando firmeza ao busto. O início da era dos sutiãs invisíveis?

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Agradecemos por seu comentário.
Depois de analisado e revisto ele será publicado.
Um grande e sincero Sorriso :-)



 site seguro sorriso na web