O que você procura?

.

ANÚNCIOS:

Santo Graal.



O santo Graal é uma lenda que atribui poderes divinos a um cálice sagrado, que teria sido usado por Jesus na última ceia.
Essa, porém, é uma versão medieval de um mito que surgiu muito antes da Era Cristã. 

Na Antiguidade, os celtas - povo saído do centro-sul da Europa e que se espalhou pelo continente - possuíam um mito sobre uma vasilha mágica. 
Os alimentos colocados nela, quando consumidos, adquiriam o sabor daquilo que a pessoa mais gostava e ainda lhe davam força e vigor. 
É provável que, na Idade Média, tal história tenha inspirado a lenda "cristianizada" sobre o Santo Graal. 

Na literatura, os registros pioneiros dessa fusão entre a mitologia celta e a ideologia cristã são do século 12. 

"As lendas orais migraram para textos de cunho historiográfico, desses textos para versos e dos versos para um ciclo em prosa", segundo o filólogo Heitor Megale, organizador do livro A Demanda do Santo Graal, que esmiúça esse tema. 
 Ainda no final do século 12, o escritor francês Chrétien de Troyes foi o primeiro a usar a lenda do cálice sagrado nas histórias medievais que falavam sobre as aventuras do rei Artur na Inglaterra. 
A partir daí, outros autores, como o poeta francês Robert de Boron, no século 13, reforçaram a ligação entre os mitos do cálice e do rei Artur descrevendo, por exemplo, como o Santo Graal teria chegado à Europa. 
Foi Boron quem acrescentou um outro nome importante nessa história: o personagem bíblico José de Arimatéia

Nos romances de Boron, Arimatéia é encarregado de guardar e proteger o Santo Graal. 
Apesar das várias referências cristãs, essas histórias não são levadas a sério pela Igreja Católica. 
"O cálice da Santa Ceia tem o valor simbólico da celebração da eucaristia. Já seu poder mágico é só uma lenda", diz o teólogo Rafael Rodrigues Silva

Poderosa ou não, o fato é que essa relíquia cristã jamais foi encontrada de fato.
Filmes tem mostrado essa lenda de várias formas e a criatividade não para. E você o que acha disso tudo?

Texto de Cíntia Cristina da Silva (com adaptações)
Fonte do texto: Editora Abril

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Agradecemos por seu comentário.
Depois de analisado e revisto ele será publicado.
Um grande e sincero Sorriso :-)



 site seguro sorriso na web