O que você procura?

.

ANÚNCIOS:

Descubra a diferença entre champagne e espumante

Todo champagne é espumante, mas nem todo espumante é champagne. Da mesma forma que nem tudo que não é champagne é prosecco.

Champagne - Sorriso na Web

Espumante é um vinho que passa por duas fermentações: na primeira, comum a todos vinhos, o açúcar do mosto das uvas é transformado em álcool; na segunda, fermentos colocados no líquido produzem o gás, as bolinhas. Essa segunda fermentação pode acontecer na própria garrafa, o chamado método champenoise, usado no melhor e mais conhecido espumante do mundo, o Champagne. Ou em grandes cubas fechadas de aço inox como se fossem autoclaves, o sistema charmat, mais rápido.

Entenda a diferença entre champagne, espumante, prosecco, frisante, lambrusco e sidra:

Champagne: Vinho branco ou rosé espumante, só que produzido na região de Champagne, no nordeste França. Eles são produzidos obrigatoriamente à base apenas das uvas chardonnay, pinot noir e pinot meunier. Só pode ser chamado de Champagne o fermentado de uva que for produzido na região. A flûte é o tipo de taça comumente usada para saborear o champanhe

Espumante: Vinho branco (ou rosé) e efervescente, com gás carbônico, que sofre duas fermentações naturais. A primeira é a fermentação alcoólica, comum de todos os vinhos, que transforma o açúcar da uva em álcool e que ocorre em tanques ou barris de carvalho. A segunda, onde o espumante adquire a efervescência, tanto pode ocorrer em tanques de aço inox pressurizados (método charmat) como podem ser feitas na própria garrafa (método champenoise ou tradicional/clássico).

Prosecco: Diferentemente dos champagnes e dos cavas, os proseccos são elaborados pelo método charmat, onde a segunda fermentação ocorre em grandes tanques de aço inox e não na própria garrafa. Antigamente prosecco era somente o tipo de uva nativa da Itália (Valdobbiadene e Canegliano, no Vêneto) mas era permitido chamar de prosecco um vinho feito fora do país. Porém, há cerca de 2 anos, a Itália, assim como fez a França, no passado, com seu champagne, editou a lei alterando o nome da cepa Prosecco, chamando- de "glera". O termo Prosecco fica reservado para a região italiana produtora de vinho, que agora, além de Veneto estão incluídas as áreas do Friuli. Dessa forma, proibe-se a utilização do termo prosecco para vinhos que não forem produzidos nessas regiões No entanto, é muito fácil encontrar "proseccos" nacionais vendidos nos grandes mercados e lojas especializadas.

Frisante: Ele é um vinho menos gaseificado e com menos espuma do que um espumante.

Lambrusco: É um vinho frisante produzido a partir, principalmente, da uva lambrusco. É um vinho jovem, doce, originário da região da Emilia Romagna, na Itália.

Sidra: A sidra é uma bebida preparada com sumo fermentado de maçã ou da pera. Os seus maiores produtores são Inglaterra, Irlanda e França.

Espumante - Sorriso na Web

Independente do tipo e da forma de fermentação, o espumante é uma bebida que está sempre presente nos brindes e em celebrações.

Fontes: Adega do Vinho, Manual do Homem Moderno


Aproveite para ver o que o Google recomenda dentro do nosso site para você :)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Agradecemos por seu comentário.
Depois de analisado e revisto ele será publicado.
Um grande e sincero Sorriso :-)



 site seguro sorriso na web